Início » Educação Ambiental » Atitudes Sustentáveis
Atitudes Sustentáveis

Cuidar do ambiente em que vivemos é responsabilidade de cada um de nós. Atitudes de respeito e preservação ambiental garantem umaboa saúde, melhoram a nossa qualidade de vida e nos tornam cidadãos e cidadãs praticantes da educação ambiental. Portanto, faça a sua parte e incentive outras pessoas a fazerem o mesmo. Seja você também um agente de defesa ambiental.

PRESERVE A QUALIDADE DO AR QUE RESPIRAMOS
- Pratique a carona solidária. Com menos carros circulando, teremos menos engarrafamentos e diminuição da emissão de poluentes.
- Use bicicleta para trajetos curtos e seguros. É prática e um ótimo exercício físico.
- Pare de fumar, o consumo de cigarros contribui para a poluição do ar e aumenta o número de doenças respiratórias. Procure auxílio médico.
- Evite queimar o lixo. A fumaça produzida lança gases e outras substâncias poluentes para o ar.
- Plante árvores ou cultive vegetais. As plantas auxiliam nas trocas gasosas e melhoram a qualidade do ar.

PRESERVE A QUALIDADE DA ÁGUA QUE CONSUMIMOS
- Evite o desperdício de água em casa, no trabalho ou em qualquer outro lugar, utilize somente o necessário. Em casa, conserte os vazamentos.
- Os reservatórios como cisternas, tanques e caixas d'água devem permanecer limpos e tampados.
- As calçadas e quintais não devem ser lavados com água corrente. Prefira varrer ou reutilizar água da lavanderia.
- Rios e praias não são depósitos de lixo e devem ser preservados.
- Reutilize água ou aproveite água da chuva sempre que possível e seguro.

PRESERVE A QUALIDADE DO SOLO QUE UTILIZAMOS
- O lixo nunca deve ser jogado diretamente no chão ou em terrenos baldios, muito menos por janelas de carros e ônibus e sim em lixeiras.
- As plantas protegem o solo e evitam desmoronamentos, principalmente nos períodos chuvosos, portanto evite o desmatamento.
- Produtos químicos como agrotóxicos que contaminam o solo e a água devem ser usados de forma controlada e somente quando necessário.
- Prefira a compra de produtos biodegradáveis.
- Prefira a compra de produtos orgânicos (aqueles cultivados sem o uso de adubos químicos ou agrotóxicos).

GESTÃO DO LIXO, OS 3R
Reduzir|
Comprar menos. Comprar o que é realmente necessário. Comprar de segunda mão é uma forma eficaz de poupar dinheiro e gerar renda a outros.

Diminuir o uso de embalagens sempre que possível. Nas compras transportar as mercadorias em sacolas de lona, recicladas ou de outro material durável – evitar os sacos e as sacolas de plásticos. Compre os alimentos soltos e não pré-embalados. Outra forma é comprar a granel – isto reduz as embalagens.

Evitar os produtos descartáveis, uma alternativa é usar utensílios de longa duração feitos de vidros – evitar o plástico!

Reusar
Comprar produtos de qualidade que sejam feitos para durar. Isto irá reduzir a necessidade de fazer mais produtos que, por sua vez, significa menos poluição.

Reparar os objetos quebrados ao invés de jogá-los fora ou ir às compras para uma nova substituição. Ir às lojas de objetos usados é um bom lugar para se procurar bens de segunda mão, ao invés de comprar novos. Um monte de itens domésticos em bom estado é jogado fora quando poderia ser doado, vendido e/ou reutilizado.

Evitar o lixo eletrônico. Procurar restaurar os utensílios domésticos (ou doar a entidades carentes). Porém, se os utensílios (televisão, aparelho de som, geladeira, monitor de computador etc.) não tiverem mais conserto entregá-los ou vendê-los às empresas que se dedicam ao lixo eletrônico – evitar jogá-los em terrenos baldios, praias ou rios.

Reciclar
Criar um local especial para compostagens de frutas e vegetais. Pode ser em uma casa, chácara ou, até, em um apartamento. Utilizar esses materiais decompostos na horta ou no jardim. Materiais secos como papel higiênico, cascas de ovos, saquinhos de chá, também podem ser compostados.

Usar para cada tipo de lixo, pelo menos, um tipo diferente de lixeira: uma para os lixos inorgânicos (papel, latas, plásticos) e outra para os lixos orgânicos (cascas de frutas, restos de vegetais).

Adquirir produtos que são feitos de materiais reciclados e recicláveis após o uso. A reciclagem reduz a dependência de aterros sanitários e poupa recursos e queimas de energia – o que ajuda a combater as alterações climáticas.

Não jogue o óleo de cozinha na pia. Muitas empresas transformam o óleo usado em detergente, sabão ou até biodiesel.

(Fonte: Blog Gestão Ambiental na Web)

Secretaria Municipal de Meio Ambiente
Rua das Andirobas, Lojas 04/05 Edifício Executive Lake Center, Jardim Renascença
(98) 98816-3515