Comitê Gestor de Limpeza Urbana

Prefeitura de São Luís segue com cronograma de higienização de espaços públicos em combate ao novo coronavírus

Lavagem de áreas próximas às unidades de saúde, terminais de integração, além de outros logradouros estão sendo feitas de forma constante pela gestão do prefeito Edivaldo como forma de minimizar transmissão da Covid-19

22/04/2020 15h44 - Atualizada em 22/04/2020 15h51
Secom

Prefeitura de São Luís segue com cronograma de higienização de espaços públicos em combate ao novo coronavírus

A Prefeitura de São Luís, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, segue realizando a lavagem de áreas próximas às unidades de saúde da rede pública e privada, terminais de integração, além de outros logradouros que, mesmo com a recomendação para distanciamento social, continuam com circulação de pessoas. O serviço, que utiliza de caminhões-pipas e pulverizadores com uma solução a base de água e hipoclorito de sódio, é um aliado a várias outras medidas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19), adotadas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior antes mesmo da confirmação do primeiro caso na capital.

A cidade está praticamente parada, mas o que representa uma necessidade para a população segue funcionando normalmente. Muitas pessoas ainda precisam sair de casa, utilizar o transporte público e resolver o inadiável, como questões envolvendo a saúde. Por esse motivo, a Prefeitura de São Luís adotou o serviço de higienização dos pontos de ônibus próximos às unidades hospitalares da capital e estabeleceu um cronograma para que tal medida alcance todas as áreas onde sobe e desce grande quantidade de pessoas do transporte coletivo da cidade, na tentativa de minimizar o risco de contaminação pelo vírus.

"Tem sido determinação do prefeito Edivaldo, nas ações de combate ao Covid-19, que a limpeza urbana intensifique o trabalho, principalmente em locais de maior circulação de pessoas", destacou a presidente do Comitê de Limpeza, Carolina Estrela. 

Todos os pontos estratégicos foram mapeados pelo Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís, órgão responsável pelo serviço, e cada parada de ônibus listada deverá receber, pelo menos uma vez na semana, a sanitização a base de água e hipoclorito de sódio - medida comprovadamente eficiente no combate a proliferação de microrganismos, incluindo o novo coronavírus. Vale lembrar que se trata de uma medida colaborativa e que surte ainda mais efeito quando os usuários de ônibus, que precisam sair de casa, aderem a constante lavagem de mãos com água e sabão, uso de álcool em gel e máscara.

Os pontos de ônibus mapeados e que vão receber semanalmente a higienização em combate à Covid-19 estão nos seguintes bairros: Calhau, Renascença, São Francisco, Vila Bacanga, Vila Isabel, Anjo da Guarda, Mauro Fecury II, São Raimundo, João Paulo, Jordoa, Alemanha, Monte Castelo, Bairro de Fátima, Parque Vitória, Vila Luizão, Cidade Operária, Vila Palmeira, Centro, Bequimão, Vinhais, Cohab, Cohafuma, São Cristóvão, Sítio Leal, Filipinho, Anil e Jaracati. As equipes de limpeza trabalharão em dias escalonados, no período da manhã e tarde e usando Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

TRANSPORTE

O Decreto Municipal Nº 54.890, editado no dia 17 de março pelo prefeito Edivaldo, em virtude da pandemia do novo coronavírus, recomendou que as empresas que prestam os serviços de transporte urbano mantenham uma rotina diária de limpeza dos veículos especialmente  nas áreas de contato dos passageiros como barras, portas, janelas etc. A limpeza deve ser feita com água e sabão ou álcool em gel a 70%. Diariamente, 550 mil pessoas utilizam o transporte coletivo em São Luís. Desde março, todos os ônibus da frota também estão circulando com ar-condicionado desligado e com as janelas abertas.

TERMINAIS

No início deste mês, o Comitê Gestor de Limpeza Urbana estendeu seu cronograma para o interior dos terminais de integração que, por orientação municipal, devem arcar simultaneamente com ações preventivas e de manutenção ao longo da pandemia, já que desde o processo de licitação, estão sob a responsabilidade dos consórcios formados por empresas privadas. Nos locais, a Prefeitura também disponibilizou novas lixeiras que ajudam a evitar o descarte incorreto do lixo e auxiliam no asseio do ambiente. As equipes de limpeza coordenadas pelo comitê municipal realizaram a desinfecção das plataformas e outras superfícies em todos os cinco terminais.

MAIS AÇÕES

O Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís também segue realizando a instalação das novas lixeiras adquiridas pela gestão do prefeito Edivaldo. Até o momento, a Prefeitura já instalou 2.400 lixeiras do total de 10 mil que foram compradas pelo município. O equipamento tem um modelo diferente e ainda mais acessível; tem um formato tubular e sem tampa.

A instalação desses novos equipamentos tem por objetivo fazer com que a população evite descartar resíduos na rua. Uma vez realizado o descarte corretamente, o resultado também será refletido sobre a proliferação de doenças, como as provocadas pelo mosquito Aedes aegypti, além de minimizar os danos causados pelas chuvas, como os alagamentos de vias e imóveis residenciais ou comerciais.

Acesse aqui a galeia de imagens desta reportagem